FENAC 2015

O 45º Festival Nacional da Canção aconteceu nos dias 4-5-6 de Setembro 2015 como sempre no Radium Clube Dorense em Boa Esperança - MG. Foram 3 dias de apresentação de músicas originais por compositores e bandas nacionais que impressionaram o público por suas qualidades e o carinho com quais foram tocadas.

Esse ano, o público respeitou os artistas ouvindo com atenção e em silêncio as músicas apresentadas. Desta vez também varios artistas tocaram músicas brasileiras durante a troca de bandas e foi muito bom.

No jurado Murilo Antunes e Toninho Horta, fundadores do Clube da Esquina, ajudaram na seleção dos vencedores. Renato Teixeira fez um show de primeira encantando o público enquanto o júri se reuniu para debater as melhores músicas.

Tudo aconteceu na paz e na alegria, joia inspirada pelas belas canções cantadas.

Mas o som deixou muito para desejar, o abuso das frequencias baixas e a altura atrapalharam a qualidade das músicas. Realmente, o som era ruim, sem distinção e sem definição banalizando a experiência dos espectatores. É típico esse tipo de gerência do som no Brasil com as frequencias baixas sobe presentes, mas eu preciso delatar essa prática, muitas pessoas reclamaram.

Como músico, e com experiência no rumo, eu sei de fato que é possivel regularizar o som (mesmo numa sala ruim de acústica como o Radium Clube) para sintonizar, embelezar as músicas e isso deveria ser o primeiro objetivo do engenheiro de som.

Em final, foi a originalidade das músicas que encantaram todos. Um grande parbéns para todos envolvidos.

Lido 1813 vezes
Mais nesta categoria: « Canja no Guido