Concerto com Nelson Freire, Fabio Mechetti e a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Concerto com Nelson Freire, Fabio Mechetti, e Orquestra Filarmônica de Minas Gerais Concerto com Nelson Freire, Fabio Mechetti, e Orquestra Filarmônica de Minas Gerais Bruno Sappadina

No dia 18 de Outubro de 1944, nascia um gênio musical em Boa Esperança, Minas Gerais. No dia 1º de Agosto de 2015, após uma longa vida dedicada à música estrelando nos Palcos e Auditórios dos mais famosos do mundo, Nelson Freire retornou como um "anjo" trazendo um presente de valor inestimável: um concerto ao ar livre em parceria com Fabio Mechetti e o Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, num ambiente aberto à todos, numa Praça pública e de entrada franca.
Além se ser uma homenagem muito especial à Boa Esperança, o concerto é também um grande gesto de gratitude e de amor à sua terra, sua Serra da Boa Esperança, sua família que sempre o apoiou e ao seu povo.

O concerto:
Mesmo com o pôr do sol na beira lago de Boa Esperança anunciando que a noite seria tipicamente de inverno, cerca de 7 mil pessoas, (pela estimativa da Polícia Militar) se reuniram na Praça do Forum para assistir ao evento histórico.
Às 20 horas em ponto, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais iniciou o espetáculo com o Hino Nacional Brasileiro, de Francisco Manuel da Silva.
Em seguida, Nelson Freire subiu no palco para executar com técnica perfeita e com incrível facilidade as sutilezas dinâmicas do “Concerto para piano nº 4 em Sol maior, op. 58”, de Ludwig van Beethoven.
Logo a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais encantou com a Abertura de “O Navio Fantasma”, de Richard Wagner,  “O Quebra-Nozes, op.71: Valsa das Flores”, de Piotr Ilitch Tchaikovsky e a brasileira “O Guarani: Protofonia” de Carlos Gomes.
Às 22h, anunciadas pelos sinos da Igreja Matriz ao fundo da plateia, a orquestra iniciou a versão orquestral de “Serra da Boa Esperança” em homenagem ao município. A melodia composta por Lamartine Babo ali mesmo na cidade sul mineira em 1937, não tinha até então uma versão orquestral. Foi um presente da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais para Nelson Freire e para o público em Boa Esperança.
Boa Esperança e todos que foram presenciar esse momento histórico agradecem imensamente Nelson Freire pela iniciativa e seu inesquecível presente, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais pela sua contribuição e participação, seu excelente desempenho das músicas e a todos que ajudaram a realizar um evento tão importante para as artes.
Obrigado.

links interessantes sobre Nelson Freire:

http://oglobo.globo.com/cultura/musica/as-vesperas-dos-70-anos-nelson-freire-diz-que-nao-ve-sucessores-13823465

http://cultura.estadao.com.br/blogs/alvaro-siviero/nelson-freire-interpreta-mozart-com-os-olhos-de-beethoven/

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais: http://filarmonica.art.br/filarmonica/a-orquestra/

Lido 1792 vezes